Frente Parlamentar do Movimento Escoteiro

Vinicius Ribeiro - Arquiteto e Urbanista

Frente Parlamentar do Movimento Escoteiro

A Frente Parlamentar do Movimento Escoteiro, proposta pelo Deputado Estadual Vinicius Ribeiro, busca aprimorar o debate e a relevância do escotismo no Rio Grande do Sul, como um dos mais importantes movimentos de juventude e de educação não formal em todo o mundo.

Vinicius Ribeiro Notícias 118 views 6 min. de leitura

Frente Parlamentar do Movimento Escoteiro
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

A  Frente Parlamentar do Movimento Escoteiro, proposta pelo Deputado Estadual Vinicius Ribeiro, busca aprimorar o debate e a relevância do escotismo  no Rio Grande do Sul, como um dos mais importantes movimentos de juventude e de educação não formal em todo o mundo. Entre as ações, pretende-se discutir, analisar e tornar realidade a Lei 11.750/2002, que incentiva a instrução e a educação escoteira nas escolas públicas estaduais através do Projeto “Escotismo Escola”.  Outro desafio será aprovar o Projeto de Lei que inclui o escotismo no Plano Estadual de Educação, o PL 155/2016, proposto pelo Deputado Vinicius. Além de permanecer sempre a disposição dos Grupos Escoteiros do Rio Grande do Sul.

É importante salientar que o Escotismo é um movimento educacional de jovens, sem vínculo a partidos políticos. No entanto, ser apartidário não se confunde com ser apolítico. De fato, não é possível imaginar-se livre das relações políticas em uma sociedade democrática como é a sociedade brasileira. Mais do que isso, os jovens escoteiros devem ser incentivados a exercer liderança em suas comunidades, visando o bem comum e a construção de um mundo melhor.

Saiba mais sobre o Movimento Escoteiro

Foi no ano de 1908, quando um militar inglês sentindo necessidade de ajudar os jovens de seu país resolveu publicar fascículos quinzenais que os incentivavam a viver uma vida de aventuras, além de abordar questões de cidadania e serviço ao próximo. Com inesperado sucesso, grupos de adolescentes se formaram ao redor de toda a Inglaterra e começaram a aplicar as propostas descritas nos fascículos. Foi nesse momento que Robert Stephenson Smyth Baden Powell (B-P) percebeu que criara algo novo a que deveria dedicar os próximos anos de sua vida. Assim nasceu o Movimento Escoteiro. Em 1910 as ideias chegaram às terras brasileiras e atualmente são representadas pelos Escoteiros do Brasil.
O escotismo é o movimento de educação não formal mais antigo em funcionamento. Hoje concentra mais de 80 mil participantes no Brasil, e aproximadamente 40 milhões espalhados em 160 países pelo mundo. Ainda assim, poucas pessoas conhecem sua verdadeira proposta. A prática escoteira se baseia em alguns pilares, como o método escoteiro e o programa educativo.

O primeiro se divide em cinco pontos que são:

  1. a aceitação de um código de valores;
  2. o aprender fazendo;
  3. a vida em equipe;
  4. as atividades progressivas, atraentes e variadas;
  5. e o desenvolvimento pessoal com orientação individual.

Já o programa educativo define os objetivos pedagógicos para crianças, jovens e adolescentes, entre os 6,5 e 21 anos, nas seis áreas de desenvolvimento: física, afetiva, caráter, espiritual, intelectual e social.

Mesmo com cem anos de história o escotismo continua a se moldar à realidade, porém sem perder de vista o propósito inicial de permitir aos jovens a vida ao ar livre, trabalhando em equipe, os tornando responsáveis pelo seu desenvolvimento e contribuindo na construção de um mundo melhor.

A Missão do Movimento Escoteiro é contribuir na educação dos jovens, auxiliando para que eles se realizem como indivíduos e desempenhem um papel construtivo na sociedade. A Visão Mundial do Movimento Escoteiro estabelece que, até 2023, o Escotismo será o mais importante movimento educacional juvenil do mundo, possibilitando que 100 milhões de jovens sejam cidadãos ativos, que inspirem mudanças positivas em suas comunidades e no mundo, baseados em valores comum.

Frente Parlamentar do Movimento Escoteiro | Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul

Vinicius iniciou no escotismo no Grupo Escoteiro Imigrante, em Caxias do Sul, em 1984. Percorreu sua infância e juventude no Movimento, cujos valores o despertaram para a vida pública. Foi Cruzeiro do Sul, Lis de Ouro e Insígnia de BP. Como vereador, declarou utilidade pública os Grupos Escoteiros Imigrante, Moacara e Baden Powell.

​“O movimento revolucionou minha história, da minha família e de todo o Rio Grande do Sul. O que a sociedade sempre exigiu, o movimento escoteiro sempre concedeu. O que a sociedade sempre questionou, o movimento escoteiro sempre respondeu.”

 

 

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: