Vinicius Ribeiro - Arquiteto e Urbanista

Vinicius Ribeiro destaca medidas para solução das dívidas dos Hospitais

Saúde é urgência sempre

Vinicius Ribeiro Notícias 3 views 2 min. de leitura

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O deputado Vinicius Ribeiro, em pronunciamento na sessão desta terça-feira, 14, falou sobre a recuperação financeira dos hospitais no Rio Grande do Sul. Todos os hospitais que possuem dívidas com o estado estão sendo chamados para colocar em dia o débito existente. A iniciativa partiu da Secretaria da Saúde que, por meio do FUNAFIR -  Fundo de Apoio Financeiro e de Recuperação dos Hospitais Privados, sem fins lucrativos e Hospitais Públicos, irá permitir aos hospitais adquirir um empréstimo com o Banrisul para a quitação das dívidas, empréstimo este que será pago pelo governo estadual.

Vinicius lembrou que muitos municípios gaúchos têm investido percentuais bem acima dos 15% exigidos pela Constituição, e que há cidades que chegam a aplicar 30% de seu orçamento no setor. O parlamentar apontou a defasagem dos valores do SUS como uma das causas do problema que dificultam a operação administrativa e a gestão dos hospitais públicos e/ou conveniados que necessitam recursos públicos para manter em dia a saúde financeira e a prestação de serviços.

O parlamentar reconheceu o esforço que o governo do Estado vem fazendo para quitar a dívida que tem com os hospitais. “O governo reconheceu a dívida, parcelou os atrasados e por meio do Funafir irá permitir a quitação das dívidas. Obviamente, não é a solução ideal, mas representa uma luz no final do túnel”, disse.
Na região de abrangência da 5ª Coordenadoria da Saúde são R$7 milhões em incentivos estaduais em 19 municípios. Em Caxias do Sul a dívida dos hospitais chega a R$ 13 milhões, R$ 9,1 milhões  no Hospital Geral e R$3,9 milhões no Hospital Pompéia. O Funafir irá permitir que estes hospitais que possuem dívidas maiores contem com a opção do empréstimo para quitar as dívidas.

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: