Vinicius Ribeiro presta homenagem aos 50 anos da Universidade de Caxias do Sul

Vinicius Ribeiro - Arquiteto e Urbanista

Vinicius Ribeiro presta homenagem aos 50 anos da Universidade de Caxias do Sul

50 anos da Universidade de Caxias do Sul

Vinicius Ribeiro Notícias 98 views 3 min. de leitura

Vinicius Ribeiro presta homenagem aos 50 anos da Universidade de Caxias do Sul
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O deputado Vinicius Ribeiro (PDT) homenageou os 50 anos da Universidade de Caxias do Sul no Grande Expediente da sessão plenária desta quinta-feira (16). Voltada ao desenvolvimento regional, a instituição já formou 100 mil pessoas ao longo de suas cinco décadas de existência, entre as quais, o pedetista. “Esta Universidade não foi responsável somente pela minha formação em Arquitetura e Urbanismo e sim na construção da minha trajetória pública. Como estudante universitário desta instituição, assumi o Diretório Acadêmico da Arquitetura e depois a vice-presidência do DCE, formando não só o arquiteto mas também o político”, ressaltou.

O parlamentar apresentou um histórico da Universidade, contextualizando o período e o ambiente que serviu de berço para a nova instituição. Lembrou que, na década de 1950, o Brasil passava por transformações decorrentes do processo de modernização. Nesse período Caxias do Sul, já era a segunda cidade do Estado e, a exemplo dos grandes centros urbanos do País, também vivia um período de crescimento econômico e modernização. “Entre as novas demandas sociais, surgia a necessidade de criar opções de ensino, com a implantação de cursos de educação superior para atender aos jovens da cidade e da região”, ressaltou.

Ainda no final da década de 50, segundo o parlamentar, diversas entidades e personalidades da comunidade se mobilizavam para obter do governo federal a autorização para a instalação dos primeiros cursos de educação superior na cidade. Em 1956, Dom Benedito Zorzi, bispo de Caxias do Sul, já defendia a união da sociedade em torno da criação de faculdades que, por sua vez, possibilitariam o surgimento de uma Universidade em Caxias do Sul. O bispo diocesano, o prefeito Hermes João Webber e o presidente da Associação Cultural e Científica Nossa Senhora de Fátima, Virvi Ramos, estiveram à frente desse processo.

Em 10 de fevereiro de 1967, foi instituída a Associação Universidade de Caxias do Sul, que oferecia cursos de Ciências Econômicas, Filosofia, Pintura e Música, Enfermagem e Direito, entre outros. “Frequentadas por alunos de Caxias e dos municípios vizinhos, essas faculdades foram os pilares sobre os quais se ergueria a futura Universidade de Caxias do Sul, fruto da união das mantenedoras das faculdades em torno de um ideal comum: a criação de uma Universidade que, no entender de seus idealizadores, deveria simbolizar a expressão cultural da região e de seu tempo”, apontou Vinícius.

Presença regional  

Nessas cinco décadas, de acordo com o deputado, a UCS enfrentou turbulências, crises e desafios. “Dificuldades financeiras, movimentos pró-federalização e a concorrência natural do mercado. A cada desafio imposto, a instituição precisou se reinventar, se atualizar e continuar crescendo”, afirmou.

Para atender crescentes e novas demandas sociais em diferentes áreas, a UCS deu início ao seu processo de expansão, fortalecendo o seu caráter comunitário e regional. Na década de 90, foram criadas unidades universitárias nos municípios de Bento Gonçalves e Vacaria. Em seguida, Canela, Farroupilha, Guaporé, Nova Prata e São Sebastião do Caí também passaram a contar com unidades das UCS, que hoje alcança 70 municípios.

A qualidade do ensino é, de acordo com o parlamentar, uma preocupação constante. “A UCS norteia sua atuação na missão de produzir, sistematizar e socializar o conhecimento com qualidade e relevância para o desenvolvimento sustentável, o que a coloca entre as melhores Universidades particulares do País. E, como instituição comunitária, ela está em permanente diálogo com a sociedade. Seus interesses são os da coletividade, e o resultado de suas ações é totalmente reinvestido na qualificação institucional”, revelou.

Cursos

A UCS oferece 78 cursos de graduação, 15 programas de pós-graduação, 16 mestrados, oito doutorados e 70 cursos de especialização. Além disso, possui 15 núcleos de pesquisa, 800 laboratórios, 19 núcleos de inovação e desenvolvimento e 104 grupos de pesquisa cadastrados no CNPq, com mais de 400 linhas de pesquisa.

O quadro de recursos humanos da Universidade é formado por quase mil professores com título de mestre e doutor e mais de mil funcionários. “Comprometida com a excelência acadêmica, a UCS é uma instituição sintonizada com o seu tempo e projetada para além dele. Na sua maturidade plena, ainda mantém a jovialidade dos que se lançam e perseveram na arte, na ciência e na promoção humana através do conhecimento”, concluiu.

Também se manifestaram, por meio de apartes, os deputados Juliano Roso (PCdoB), Vilmar Zanchin (PMDB), Miriam Marroni (PT), Eltons Weber (PSB) e Missionário Volnei (PRB).

Fotos Gabriel Rodrigues e Marcelo Bertani

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: