Vinicius Ribeiro - Deputado Estadual pelo PDT nº 12612

Vinicius Ribeiro presta homenagem aos 50 anos da Universidade de Caxias do Sul

50 anos da Universidade de Caxias do Sul

Vinicius Ribeiro Notícias 126 views 3 min. de leitura

Vinicius Ribeiro presta homenagem aos 50 anos da Universidade de Caxias do Sul
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

O deputado Vinicius Ribeiro (PDT) homenageou os 50 anos da Universidade de Caxias do Sul no Grande Expediente da sessão plenária desta quinta-feira (16). Voltada ao desenvolvimento regional, a instituição já formou 100 mil pessoas ao longo de suas cinco décadas de existência, entre as quais, o pedetista. “Esta Universidade não foi responsável somente pela minha formação em Arquitetura e Urbanismo e sim na construção da minha trajetória pública. Como estudante universitário desta instituição, assumi o Diretório Acadêmico da Arquitetura e depois a vice-presidência do DCE, formando não só o arquiteto mas também o político”, ressaltou.

O parlamentar apresentou um histórico da Universidade, contextualizando o período e o ambiente que serviu de berço para a nova instituição. Lembrou que, na década de 1950, o Brasil passava por transformações decorrentes do processo de modernização. Nesse período Caxias do Sul, já era a segunda cidade do Estado e, a exemplo dos grandes centros urbanos do País, também vivia um período de crescimento econômico e modernização. “Entre as novas demandas sociais, surgia a necessidade de criar opções de ensino, com a implantação de cursos de educação superior para atender aos jovens da cidade e da região”, ressaltou.

Ainda no final da década de 50, segundo o parlamentar, diversas entidades e personalidades da comunidade se mobilizavam para obter do governo federal a autorização para a instalação dos primeiros cursos de educação superior na cidade. Em 1956, Dom Benedito Zorzi, bispo de Caxias do Sul, já defendia a união da sociedade em torno da criação de faculdades que, por sua vez, possibilitariam o surgimento de uma Universidade em Caxias do Sul. O bispo diocesano, o prefeito Hermes João Webber e o presidente da Associação Cultural e Científica Nossa Senhora de Fátima, Virvi Ramos, estiveram à frente desse processo.

Em 10 de fevereiro de 1967, foi instituída a Associação Universidade de Caxias do Sul, que oferecia cursos de Ciências Econômicas, Filosofia, Pintura e Música, Enfermagem e Direito, entre outros. “Frequentadas por alunos de Caxias e dos municípios vizinhos, essas faculdades foram os pilares sobre os quais se ergueria a futura Universidade de Caxias do Sul, fruto da união das mantenedoras das faculdades em torno de um ideal comum: a criação de uma Universidade que, no entender de seus idealizadores, deveria simbolizar a expressão cultural da região e de seu tempo”, apontou Vinícius.

Presença regional  

Nessas cinco décadas, de acordo com o deputado, a UCS enfrentou turbulências, crises e desafios. “Dificuldades financeiras, movimentos pró-federalização e a concorrência natural do mercado. A cada desafio imposto, a instituição precisou se reinventar, se atualizar e continuar crescendo”, afirmou.

Para atender crescentes e novas demandas sociais em diferentes áreas, a UCS deu início ao seu processo de expansão, fortalecendo o seu caráter comunitário e regional. Na década de 90, foram criadas unidades universitárias nos municípios de Bento Gonçalves e Vacaria. Em seguida, Canela, Farroupilha, Guaporé, Nova Prata e São Sebastião do Caí também passaram a contar com unidades das UCS, que hoje alcança 70 municípios.

A qualidade do ensino é, de acordo com o parlamentar, uma preocupação constante. “A UCS norteia sua atuação na missão de produzir, sistematizar e socializar o conhecimento com qualidade e relevância para o desenvolvimento sustentável, o que a coloca entre as melhores Universidades particulares do País. E, como instituição comunitária, ela está em permanente diálogo com a sociedade. Seus interesses são os da coletividade, e o resultado de suas ações é totalmente reinvestido na qualificação institucional”, revelou.

Cursos

A UCS oferece 78 cursos de graduação, 15 programas de pós-graduação, 16 mestrados, oito doutorados e 70 cursos de especialização. Além disso, possui 15 núcleos de pesquisa, 800 laboratórios, 19 núcleos de inovação e desenvolvimento e 104 grupos de pesquisa cadastrados no CNPq, com mais de 400 linhas de pesquisa.

O quadro de recursos humanos da Universidade é formado por quase mil professores com título de mestre e doutor e mais de mil funcionários. “Comprometida com a excelência acadêmica, a UCS é uma instituição sintonizada com o seu tempo e projetada para além dele. Na sua maturidade plena, ainda mantém a jovialidade dos que se lançam e perseveram na arte, na ciência e na promoção humana através do conhecimento”, concluiu.

Também se manifestaram, por meio de apartes, os deputados Juliano Roso (PCdoB), Vilmar Zanchin (PMDB), Miriam Marroni (PT), Eltons Weber (PSB) e Missionário Volnei (PRB).

Fotos Gabriel Rodrigues e Marcelo Bertani

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui: