Vinicius Ribeiro - Arquiteto, Urbanista e Professor Universitário

Erro na Linha: #20 :: Undefined offset: 0
/home/viniciusribeir38/public_html/themes/wc_conversion/artigo.php

Dez anos sem avanço

Região Metropolitana da Serra Gaúcha

Vinicius Ribeiro

Erro na Linha: #40 :: Trying to access array offset on value of type null
/home/viniciusribeir38/public_html/themes/wc_conversion/artigo.php
544 views 0 min. de leitura

Dez anos sem avanço
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Em 29 de agosto de 2013 era criada a Região Metropolitana da Serra Gaúcha. Aprovada por unanimidade na Assembleia e sancionada pelo governador, o respectivo projeto tinha o objetivo de acelerar os acordos regionais através de uma visão coletiva, convergente e global.

Porém, decorreram 10 anos desde sua criação sem progresso significativo. Esse intervalo seria suficiente para sua regulamentação, estabelecimento de autoridade regional e lançamento de projetos estratégicos e ter inaugurado alguns.

No entanto, não percebemos a ausência das ações por parte das autoridades estaduais nesse contexto. Mantemos a convicção de que cada município deve contribuir com sua parcela e que a situação atual é satisfatória.

Isso resulta em uma rede de transporte municipal desconectada da região, planos de mobilidade sem integração entre os municípios e, como resultado, os usuários pagando tarifas mais altas, perdendo mais tempo, além de optar por transporte individual. Além disso, a falta de coordenação é evidente no planejamento de atividades industriais, comerciais e residenciais, prejudicando a continuidade da ocupação, processos de licenciamento ambiental e outros aspectos fundamentais.

 

Na verdade, como podemos conceber um futuro positivo se não dedicamos preocupação ao presente? Isso revela uma lacuna na cultura pública e coletiva do Brasil. Não enxerga os potenciais vantagens ao demandar que os municípios cedam benefícios locais em prol do desenvolvimento regional.

 

Quando propus a criação, imaginei um cenário diferente para hoje. No entanto, não vejo resultados bem-sucedidos vindos de esforços do governo estadual. Acredito que a verdadeira mudança deve partir da coletividade dos municípios, repensando o foco da cidade. Essa unificação deve começar repensando a perspectiva da cidade, entendendo que a união territorial começa pela área rural antes da urbana, priorizando as pessoas em vez das estradas e os serviços em vez das administrações.

Estabelecer uma autoridade regional independente e atualizada poderia ser uma abordagem promissora para implementar um planejamento regional eficiente e elevar nossas cidades a um status global.

Espero sinceramente que na próxima década possa redigir este texto de maneira mais positiva.

 

 
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Deixe seu comentário aqui:

Cookie
Política de Cookies

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência ao navegar .

Leia mais